domingo, 21 de junho de 2009

video

Essa é a Zaíra, uma Poodle da minha irmã e do meu cunhado.


Paisagem paradisíaca em volta do lago em Três Ranchos GO
Forte São Marcelo - Salvador BA

Quando o passado vem a tona, as vezes não entendemos, mas há sempre uma esperança para mudarmos algo de novo no presente. Os erros devem servir de exemplo para prosseguirmos em busca de sucesso, engrandescimento e paz. O peso de ontem pode ser a pena do amanhã.
(André)

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Meu pai Oxalá
Vinicius de Moraes
Composição: Vinicius de Moraes / Toquinho

Atotô, ObaluaiêAtotô, babáAtotô, Obaluaiê. Atotô, babá.Vem das águas de Oxalá. Essa mágoa que me dá. Ela parecia o dia. A romper da escuridão. Linda no seu manto. Todo branco. Em meio à procissão. E eu Que ela nem via. Ao Deus pedia amor.

E proteção(2x):Meu pai Oxalá. É o rei. Venha me valer. Meu pai Oxalá .É o rei. Venha me valer. O velho Omulu Atotô, Obaluaiê. O velho Omulu Atotô, Obaluaiê.

Que vontade de chorar. No terreiro de Oxalá. Quando eu dei. Com a minha ingrata. Que era filha de Iansã. Com a sua espada. Cor-de-prata. Em meio à multidão. Cercando Xangô. Num balanceio.

Cheio de paixão(2x):Meu pai Oxalá. É o rei. Venha me valer. Meu pai Oxalá. É o rei. Venha me valer. O velho Omulu Atotô, Obaluaiê. O velho Omulu Atotô, Obaluaiê Atotô, Obaluaiê Atotô, babá Atotô, Obaluaiê Atotô, babá.

O passado existe para nos revelar o que fomos ontem e dar a luz a razão para o que podermos ser amanhã.